A Indy Vai Para a Escócia


Contrariando minha torcida, Dario Franchitti levou o titulo da Formula Indy neste ultimo sábado à noite. Correndo em circuito oval, onde a Ganassi é mais forte, e se aproveitando da inexperiência de Will Power neste tipo de circuito garantiu seu tri-campeonato e provando mais uma vez que pilotos de Formula não deveriam se aventurar na NASCAR. Ganhou os 2 campeonatos que disputou desde sua volta a categoria.

Will Power tinha uma diferença de 59 pontos ao final dos circuitos mistos, vencendo 5 das 8 provas da temporada nesse tipo de pista. Sua inexperiência em ovais (afinal, foi apenas sua 2ª temporada completa na Indy) acabou pesando contra e foi ai que Dario renasceu na temporada, correndo com agressividade e bons resultados, enquanto Will tinha problemas em terminar as provas nos ovais.

Depois de pensar um pouco, cheguei a uma conclusão que muitos podem pensar ser “desculpa de mal perdedor”. Essa temporada teve 17 provas, sendo 8 em mistos e 9 em ovais. Se a proporção foi idêntica, Power teria vencido, pois seu domínio nos mistos foi tão destruidor que garantiu o Troféu Mario Andretti com uma corrida de antecedência. E se usarmos os fatos como referencia, partindo de que o campeonato terminasse na 16ª etapa, Power venceria o campeonato com 12 pontos de vantagem, a mesma antes do começo da ultima prova. De maneira alguma tira o mérito de Dario na vitoria, pois, para ser campeão sem depender da posição de Power, ele precisava vencer, largar na pole e liderar o maior numero de voltas. Ele foi pole, liderou o maior numero de voltas e só saiu do pelotão da frente no momento que Power acertou o muro, quebrou a suspensão e abandonou a disputa. Nessa situação, Dario precisava apenas ser 10º. Correu com inteligência e conseguiu um 8º lugar que lhe garantia o titulo com alguma sobra (mais precisamente, meros 5 pontos).

A próxima temporada começa dia 27 de março, no chato circuito de rua de St. Petersburg, na Florida. Para Power, fica a liçao. Ele voltará mais experiente e forte, mostrando que Roger fez certo ao investir um 3º carro para ele. Mas agora minha torcida fica para Helinho levar a temporada de 2011, pois um bom piloto como ele não pode terminar sua carreira sem ter pelo menos um titulo. Melhor ainda se Tony levar as 500 Milhas, que ainda lhe falta na carreira.

Anúncios

Tags:, , , , ,

About Carioca

Engenheiro Mecanico, adoro carros e esportes (a soma tambem conta).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: