Sem Fracasso. Mas com muitos erros.


Argentina 93×89 Brasil

E o Brasil acabou eliminado do mundial de basquete nas oitavas-de-final. E com um tom de ironia, novamente eliminado jogando muito bem. O Brasil teve um campeonato de altos e baixos, mostrando os mesmos problemas que eu vinha criticando e esperando ver, porem com motivos também para comemorar.

Comecemos pelo lado técnico. O Brasil jogou com a mesma aplicação tatica que fez os EUA sofrer para vencer, com uma defesa sufocante e um ataque incrivelmente preciso. Mas o outro lado tinha Luis Scola e seus 29 pontos por jogo no campeonato. Sinceramente, o Brasil só poderia vencer se anulasse esse poderio ofensivo, aparecendo aí o maior erro do time.  O jogo começou com o inconstante Guilherme Giovanonni marcando Scola para depois entrar o Varejão. Para começo de conversa, Varejao era para estar com ele desde o vestiário, não podia dar espaço nem para respirar, e tudo que víamos era Scola livre para fazer mais e mais pontos. Basta ver que Scola teve 37 pontos na partida e ainda acho que poderia ser metade disso, se a marcação nele fosse a que tinha de ser. Ainda mais com alguém como Anderson Varejão na cola dele. Sim, houveram outros pequenos erros que culminaram com essa derrota, mas o crucial, o que definiu o jogo, foi este sublime.

Também não gostei da arbitragem. Pode parecer discurso de mal perdedor, mas foram 3 lances seguidos no ultimo período, onde a arbitragem achou faltas aonde não existiam. Pareceu-me muito tendenciosa para o lado argentino, como se estivessem apitando para a camisa e não ao jogo em si, algo muito parecido ao que estamos acostumados a ver no nosso futebol. Agora, o mais “engraçado” é que o time que tem mais tradição nesse jogo é justamente o brasileiro, um dos 2 times que participaram de todas as edições do mundial de basquete (alem dos EUA). A mim, demonstrou ser um trio inseguro, que acabou apitando para o lado do “time da moda”.

“Dia da Independência do Brasil. Dia da Independência do basqueteball brasileiro”

Os anos acompanhando esportes coletivos me ensinaram que quando fazem de apenas um jogo uma divisão de aguas antes mesmo dele começar, tem tudo (eu disse TUDO) para dar errado. Essa frase acima foi a marcha declarada por alguns jogadores durante esses dias pré-jogo. Fazer esse tipo de atitude denota insegurança e desnecessariamente aumenta a pressão sob os mesmos jogadores. Não foi legal ver essa marcha e acho que foi quase um anuncio da iminente derrota. Um time forte não precisa de “frases de motivação” para vencer, e atitudes como essa comprovam o porque de meu temor e do post pessimista no começo do campeonato. Não se podia esperar muito de um time que foi 19o. lugar na ultima edição.

Analise do Brasil no Campeonato

Apesar do discurso pessimista que falei, confesso que em vários aspectos fui positivamente surpreendido. Ruben Magnano cometeu um erro grave em sua convocação, trazendo um time titular muito forte, mas fraquissimo em sua reserva, especialmente no quesito armadores. Para a reserva de Huertas, trouxe Nezinho e Raulzinho. O 2o. não merece qualquer comentário, pois ele esta começando e tem tudo para ser um dos melhores do mundo nos próximos anos. Mas… Nezinho? Conheço ele desde seu começo no COC de Ribeirão Preto e ele nunca me pareceu um jogador decente, muito menos para ir a uma seleção. Foi para o mundial e só fez besteira, não trouxe sequer consistência nos poucos minutos que esteve em quadra. Tinha tanta opção que, não era boa, mas era bem melhor que esta viu. Não só por ele, mas também seu banco foi fraco e fazia o time despencar sem o time titular. Apesar das criticas em sua seleçao, seu esquema tatico rígido e bem balanceado mostrou que a confederação escolheu bem o técnico, que já foi vice mundial e medalha de ouro com os hermanos. Tem tudo para continuar um bom trabalho e melhorar bastante, inclusive para um bom resultado nas próximas olimpíadas.

Pelo lado dos jogadores, destaque para alguns como Tiago Splitter, que não jogou bem hoje mas esta jogando o fino. Excelente campeonato também de Marcelinho Huertas, que jogou bem mais do que eu poderia esperar dele. Agora sim acho que ele esta no ponto para ser jogador da NBA. E, logicamente, a ÚNICA exceção que veio do banco e salvou o time, Marcelinho Machado. Uma pena que este será seu ultimo mundial, pois seus arremessos precisos farão muita falta. Espero que jogue pelo menos as próximas olimpíadas!

Para encerrar, digo que o time mostrou muito mais do que eu esperava, por isso que não foi o fracasso anunciado que vi nos amistosos. Mas seus números medianos e suas inconsistências dentro do jogo (vide jogo com a Eslovenia) ainda levantam em alto índice o meu desconfiometro. Tem algum tempo para consertar, mas acabou sendo como imaginei a principio: um campeonato melhor que o ultimo (difícil não ser…), mas que não iria muito longe.

Anúncios

Tags:, , , , ,

About Carioca

Engenheiro Mecanico, adoro carros e esportes (a soma tambem conta).

One response to “Sem Fracasso. Mas com muitos erros.”

  1. Bruno Rosik says :

    Fiquei com a nitida impressão que o time poderia ir muito mais longe nessa competição. Esse jogo e o próximo não era impossível vencer.

    Mas o problema é que o time se desestabiliza muito fácil quando toma uma sequência de pontos. Vide Leandrinho, que deveria ser o mais calmo da equipe, e fez 2 merdas no jogo de hoje por puro nervosismo.

    Chutou uma bola do meio da quadra com 5 seg ainda pra estourar o tempo e no final deu um TO imperdoável em um ataque importantíssimo faltando 1 minuto.

    Parabéns ao grande Luis Scola, que massacrou a linha média brasileira, que não soube marcar. E ao Marcelinho, que com 35 pontos, mostrou que o Brasil tá bem servido de armador titular.

    Nene fez falta alí hoje, pra fazer uma cupla de C pra dobrar naquele Luis Scola..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: