Copa do Mundo – Grupos E e F Definidos


Grupo F

Itália 2×3 Eslováquia

O Bruno definiu exatamente como foi o jogo, mesmo tendo um post voltado aos italianos. A Eslováquia não é estreante em Copas, visto que participou de varias como Tchecoslováquia, chegando a uma final de Copa do Mundo em 1962 (3×1 Brasil).

O time eslovaco se aproveitou das falhas de defesa da Itália, cuja defesa mais parecia um queijo suíço. Seus volantes deixavam os zagueiros expostos. E tal fato só piorou depois da substituição de Gennaro Gattuso, no começo da 2ª etapa (alias, alguém pode me explicar isso?).

A entrada do craque Pirlo ajudou o time a reagir, fazendo 2 gols na etapa final (o 2º Italiano e o 3º Eslovaco foram duas pinturas!), mas não pode evitar a eliminação precoce do atual campeão do mundo, especialmente pelos espaços que sobravam na área italiana. Vai ficar a lição para o futuro.

Confesso que não consigo entender, por que Marcello Lippi deixou gente consagrada de fora do time, como Alessandro Del Piero? Mesmo na reserva, ele seria ideal numa situação como esta…

Em tempo: Pela 1ª vez na historia, campeão e vice da Copa anterior são eliminados na 1ª fase.

Paraguai 0x0 Nova Zelândia

Um jogo amplamente dominado pelo Paraguai, que sofreu para marcar, ao ponto de não conseguir. E isso porque tinha seu ataque mais forte, com Roque Santa Cruz e Oscar Cardozo. Este último alias, foi o que mais cansou de perder gols. A Nova Zelândia jogou no seu esquema “quase rugby” de defesa e tentava algum milagre com seus lançamentos ao vento. Alias, faz sentido né, já que eles estavam vestidos de “All Blacks”.

De qualquer forma, essa Copa já foi uma conquista para o time da Oceania. Ela terminou a Copa com 3 empates. Mesmo que eliminado, o time neozelandês terminou a Copa invicto.

Grupo E

Holanda 2×1 Camarões

Muitos esperavam a redenção da Holanda, que venceu seus 3 jogos, mas sem entusiasmar em nenhum deles. Pelo menos, vimos que Robben esta de volta e com toda a força, após meter uma bola na trave, que Huntelaar colocou para dentro (so assim para ele marcar…). Eto’o fez um gol de pênalti, extremamente bem cobrado, sendo responsável pelos únicos 2 gols de Camarões na Copa. Volta para casa sem fazer ponto algum na Copa em seu próprio continente.

Para as fases eliminatórias, a Holanda vai ter de mostrar serviço. Se estiver escondendo o jogo, ta na hora de mostrar. Se não, volta para casa sem muitas delongas.

Dinamarca 1×3 Japão

O time japonês mostrou a que veio na Copa. Depois de uma pré-Copa terrível, eles guardaram tudo para o momento certo. Jogam um futebol bem disciplinado, especialmente na defesa, que deixa passar muito pouca coisa. Os 3 gols do time no jogo foram pinturas, sendo eles de falta, ou o drible que o bom atacante Honda deu no goleiro Sorensen no lance do 3º gol. Não devem ir muito longe, pela falta de camisa, mas vão dar trabalho, seja La quem os pegar pela frente.

QUE FEIO, DINAMARCA! É apenas a 4ª Copa da seleção nórdica, mas nas outras 3 edições sempre passou como líder de grupo. Infelizmente conta com um time lento pelos seus jogadores veteranos, e poucos dos jovens se salvam, como Rommendahl. Jogou pouco hoje, mas se a Dinamarca teve chances foi graças a ele. Bom desempenho também do goleiro Thomas Sorensen (mesmo com o pintinho que fez… pintinho = projeto de frango), que quase fez esquecer o grande Peter Schmichael, outrora melhor do mundo. Menção pouco honrosa ao atacante Tomasson. Ele, que marcou vários gols nas Copas de 98 e 02, simplesmente furava em TODAS as bolas. E no lance do pênalti, conseguiu perde-lo, ao cobrar em cima do goleiro. Sua sorte foi que a bola foi espalmada para o meio, e assim marcou seu único gol na Copa nessa sobra de bola. Feio mesmo.

Confrontos nas Oitavas:

28/06, 11:00 – Holanda x Eslováquia
28/06, 15:30 – Paraguai x Japão

Jogos de Amanhã:

Grupo G
Brasil x Portugal
Coréia do Norte x Costa do Marfim

Grupo H
Espanha x Chile
Suíça x Honduras

Isner e Mahut se cumprimentam após "maratona"

[Off-topic] Maratona Tenistica – Capitulo Final

Como falei no post ontem, a partida entre Isner x Mahut havia sido transferida para hoje, devido a falta de luz natural, com o placar bizarro de 59×59 no set final. E hoje tivemos a continuação deste jogo, um tanto quanto incomum.

Antes que fiquei com olhos esbugalhados, sim, o jogo terminou. Após mais uma hora de disputa, John Isner quebrou o serviço de Nicolas Mahut (pela 1ª vez naquele set monstruoso!!!) e venceu a partida, com a parcial final de… 70×68. A partida teve o tempo total de 11:05 horas. Para terem idéia de quão monstruoso foi, Rafael Nadal venceu Roland Garros esse ano jogando pouca coisa mais que isso no campeonato todo.

Após o final, Isner deu um longo abraço no rival francês. Eles sabiam que tinha feito historia, não so pelos numero obtidos, mas pelo aplauso do publico, que de pé, não se cansava de bater palmas.

Anúncios

Tags:, ,

About Carioca

Engenheiro Mecanico, adoro carros e esportes (a soma tambem conta).

11 responses to “Copa do Mundo – Grupos E e F Definidos”

  1. Bruno Rosik says :

    Boa sorte pra Eslováquia e pro Japão ae!
    Os Rosiks devem estar felizes!

    E essa maratona tenista foi tensa! Deus..
    Já falei tudo que tinha pra falar na rua hje com o Josh e no post anterior
    Esgotei de ficar chateado com a minha Itália.

    bola pra frente, amanhã acho que vou estar melhor

  2. Felipe Palmeiras says :

    Me surpreendeu como que os japoneses estão bons nas bolas paradas. Ainda é cedo, mas se eles passarem pelos paraguaios (o que não seria uma surpresa) eles são canidatos as semi-finais pelo menos. E pensar que riram quando o técnico deles disse que o Japão jogaria pra chegar as semi-finais =O

  3. Bruno Rosik says :

    E uma boa arma contra o Paraguay é a bola parada. Porque é um time que se defende muito bem e uma bola parada pode mudar a vida do Paraguay na copa. Terá que sair pro jogo e o Japão pode aproveitar.

  4. Carioca says :

    Bom, na minha opiniao, se os japoneses passarem pelo Paraguai sera sim uma surpresa! O time latino pode nao ter la um grande ataque, mas quero ver passarem pela defesa!

    E hj escrevo sobre os jogos de hj. Vcs vao gostar do que vou falar…. e isso pq nao foia inda os jogos da tarde!

  5. João Luiz says :

    Se o Japão jogar o resto da copa o que jogou nesse jogo vai dar trabalho!. Mais um palpite certo. A Italia coitada não jogou o futebol que se esperava dela. Foi um time muito fraco e vulnerável defensivamente. Como é que um time que quer ser Penta campeão leva um gol como o segundo.
    A Holanda jogou para o gasto e ainda teve a volta do seu craque Robin. Pedreira no caminho do Brasil.
    Nos vamos morrer e não vamos ver uma partida de tênis como essa.
    Para se ter uma idéia do que 11h05 representam:
    O Jamaicano Usain Bolt percorreria 416 kilomentros se corresse cada 100 mentros em 9,58s
    Cesar Cileo nadaria 84 se nadasse cada 100 metros em 46,91.
    O Eitiope Haile Gegrselassie percoreria cinco Maratonas e meia se corresse cada maratona em 2h03s59 seu record mundial.
    E o Colombiano Juan Pablo Motya daria 513 voltas no circuito de interlagos fazendo o record da pista em cada volta que é 1min11s73
    Legal foi ver a organização do torneio premiar os dois e o juiz da partida por esse feito inédito do esporte Mundial.

  6. Bruno Rosik says :

    Deus..
    Esse jogo poderia passar numa reprise no cinema. Ou virar um filme! hahahah
    Muito bom!

    Tem coisas que só o esporte faz por nós.

  7. João Luiz says :

    Para passar no cimena teria de ser tirlogia. Como Senhor dos Anéis. Com cada parte com mais de 3 horas de duração kkkkkkkkkkk

  8. Bruno Rosik says :

    Sim! Mas uma trilogia resumida. Porque ninguéma guentaria ver 10 horas de tênis
    Teria que intercalar com as famílias em suas casas, os amigos, as guerras no oriente médio, etc..

  9. João Luiz says :

    kkkkkkkkkkkkkkkkkk. é verdade. Eu assisto 11 horas de tênis. Em 2006 a final de Winbledom entre Roger Federer x Nadal começou as 9h e teminou às 17h30. se bem que houve paradas de chuva.
    3 Horas de jogo em Grand Slams não é incomum.

  10. Carioca says :

    Hahahahahahahahahaha!!! Vendo vcs comentarem a maratona do tenis ta sendo excelente! Aproveito para lembrar que a final de Wimbledon ano passado, teve a vitoria de Roger Federer contra Andy Roddick. Foram “apenas” 5 horas de jogo, mas o ultimo set foi a 16×14! Se aquilo ja era pesado, imaginem 70 games? 😛

    Bem legal essa de homenagear os jogadores e o juiz de tamanha odisseia. Digna da organizaçao de Wimbledon, de quem da valor a seus idolos!

  11. João Luiz says :

    Errata : a Final a que me referia foi em 2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: