Mudanças na Formula 1 Para 2011


Nesse próximo domingo teremos o GP da Europa de Formula 1, disputado nas ruas de Valencia. Essa corrida tem ótimas lembranças para os brasileiros, visto que as 2 edições passadas foram vencidas por eles (Felipe Massa em 2008 e Barrichello em 2009). Mas antes (no caso, hoje), as equipes da Formula 1 (FOTA) e a FIA se reuniram para aprovar as mudanças para a temporada 2011. Elas serão descritas e comentadas agora.

A Volta da Regra dos 107%

Para os que não sabem o que é esta regra: ela automaticamente elimina do grid todos os pilotos que fizerem seu tempo de qualificação 7% acima do tempo da pole-position. Essa regra foi adotada em 1996, devido a existência de carros muito lentos no grid, mas retirada em 2002 pela falta de equipes.

Sinceramente, é a regra mais desnecessária de todas. Eles pensaram em trazê-la de volta devido aos tempos que as novas equipes (mais especialmente, a Hispania) estavam obtendo na prova do Bahrein. Mas é sabido que essas equipes tinham (e ainda tem) desempenho baixo devido a falta de testes. E com o passar da temporada, nenhuma delas ficou abaixo dos tais 7% em nenhuma circunstancia. Em suma, acredito que ela veio para ser apenas mais uma linha no livro de regras da Formula 1.

O Fim do Duto de Ar (Duto-F)

Croqui do Duto-F do carro da Sauber

Criado pela McLaren nessa temporada, ele aproveita o ar frontal que o carro recebe e, através de um duto que atravessa o chassi, causa diminuição do arraste aerodinâmico, aumentando a velocidade final do carro. Tal sistema é acionado pela mão do piloto, que tapa um buraco no cockpit e faz o duto funcionar. No caso de não estar em retas, esse ar refresca o cockpit.

Foi unânime entre os diretores de equipe que ela deveria ser banida para o ano que vem. Não só pelo fato dos pilotos usarem a mão para acioná-lo, mas que esse sistema estaria mascarando o desempenho de alguns carros medianos, ou diminuindo o de carros rápidos.

Asa Traseira Móvel e Dianteira Fixa

Regra criada nessa temporada, a asa dianteira pode ser regulada pelo piloto de dentro do carro, não precisando fazê-la apenas em paradas de Box. O Conselho decidiu por banir essa regra para o ano que vem, voltando a ser apenas nas paradas. A asa traseira móvel foi inventada em 1997 pela extinta BAR, com o intuito de baixar a asa na reta usando a própria pressão aerodinâmica, diminuindo assim o arraste aerodinâmico e aumentando a velocidade final. Mas foi banida logo de cara, pois a variação de altura causava fadiga na base da asa, causando a quebra da mesma, e um carro de formula não tem controle algum sem essa asa, visto que ele é um “avião no chão”. Tal descontrole coloca a segurança dos pilotos em xeque.

Sistema de asa traseira movel

A asa traseira variável, justamente para evitar tal fadiga, funcionaria da seguinte forma: tal sistema só poderia ser ativado a partir da 3ª volta da prova. Após isso, o sistema seria autorizado apenas quando o piloto estiver a menos de 1 segundo do carro a frente, sendo todo ele controlado por um sistema eletrônico, linkado com a cronometragem da prova. Este seria desacionado no momento que o piloto pisar no freio.

Sobre a asa dianteira, não podiam estar mais certos. Quanto menos se controlar um carro com ele em movimento, melhor para o esporte. Poderiam aproveitar e acabar com as mudanças via radio também. Já a asa traseira vem para tentar acabar com o principal problema da categoria: a falta de ultrapassagens. Vem como mais uma ajuda para tal. Mas sinceramente, deveriam ter banido o difusor duplo antes de tudo. Seria uma solução mais barata e, acho eu, ate mais eficaz.

Pirelli Anunciada como Fornecedora de Pneus

A fabrica italiana, que volta a F-1 depois de 20 anos, contava com o apoio de todos os times. Vai fornecer borracha para a F-1 e GP2. Esta em alta no automobilismo mundial, dando suporte a muitas categorias pelo mundo, daí vindo a escolha.

Não tenho muito o que falar da escolha em si, visto que a fornecedora italiana está fora da categoria há 20 anos. Confesso que estranhei não terem escolhido a Michelin, visto que ela estava na categoria ate 2007. Muitos falam que deveriam ter 2 ou mais fabricas de pneus na categoria, mas eu já acho que não. A briga entre Bridgestone e Michelin em 2006 foi tão pesada, que, alem dos preços dos pneus irem as alturas, a diferença de aderência mascarava o desempenho de alguns. Como prova disso, tenho certeza que Alonso não seria campeão em 2006 se sua borracha não fosse melhor que a da Ferrari, que tinha muito mais carro. Basta ver que o crescimento da Renault naquela temporada aconteceu junto com o “boom” da Michelin. Coincidência?

***

[Off-topic] Bizarrice no Tênis

Como poucos de vocês devem saber, está acontecendo o Torneio de Wimbledon na Inglaterra, o torneio mais tradicional do tênis mundial. E aconteceu um caso muito bizarro la, que merece ser comentado aqui.

O americano John Isner e o francês Nicolas Mahut disputam uma vaga na 2ª fase do torneio. O jogo entre eles começou ontem, mas foi interrompido para continuar hoje, devido a falta de luz natural. O placar ontem era de 2×2, faltando apenas a disputa do 5º e decisivo set. Mas por ser um torneio importante e tradicional, o ultimo set não conta com o sistema de tie-break, forçando os jogadores a abrirem 2 games de diferença para que se defina o vencedor. Caso contrario, a partida continua correndo. Como tal fato dificilmente acontece, ninguém nunca deu muita importância a tal. Mas depois do que aconteceu hoje, eles passarão a dar.

Os jogadores começaram a disputa do ultimo set e um não deixava o outro abrir no placar, estando sempre empatados e forçando o jogo a continuar. E assim foi indo o jogo. Passaram 3, 4, 5 horas de set final… e o jogo não terminava. E no caso… NÃO TERMINOU! Devido a falta de luz natural, o jogo foi novamente interrompido e adiado para amanhã de manhã, com o impressionante placar de… 59 a 59.

Este jogo que ainda não terminou já é o mais longo da historia, tanto em tempo somado (foi interrompida com exatas 10 hs de disputa), como em tempo seguido (7:06 hs de ultimo set, superando as 6:33 tidas em Roland Garros no ano de 2004). Ao deixar a quadra, os tenistas foram ovacionados pela torcida, em pé na Quadra 18 do complexo de tênis. E para piorar, o vencedor desse jogo joga no final do dia a partida pela 2ª fase do torneio. Acredito que não vão nada longe e nem que vençam algum titulo importante, mas já fizeram historia, com essa partida de verdadeiros homens de ferro.

Nicolas Mahut cai exausto na grama de Wimbledon

Anúncios

Tags:, ,

About Carioca

Engenheiro Mecanico, adoro carros e esportes (a soma tambem conta).

10 responses to “Mudanças na Formula 1 Para 2011”

  1. João Luiz says :

    Vamos ver se a Ferrari consegue se adaptar melhor com essas mudanças.
    Eu estou sabendo sim dessa bizarrice kkkkkk. Afinal tênis é meu esporte favorito.
    O jogo continua amanhã não antes das 15h30 (local) 11h30 horário de Brasília. Será que termina amanhã?
    E por que off-topic? afinal tênis também é um esporte :).

  2. Bruno Rosik says :

    Meu deus. Essa partida de Tênis foi absurda! Cansei só de ler a respeito..

  3. Bruno Rosik says :

    E as infos sobre f1 sempre muito bem feitas! Parabéns Carioca!

  4. João Luiz says :

    Por isso que acho frescura essa coisa de jogador de futebol ter que descansar uma semana. e não poder jogar duas vezes por semana.
    Os caras jogaram ontem, vão terminar uma partida que sabe-se lá quanto tempo vai durar. E o vencedor vai ter que jogar outra partida de 5 sets provavelmente já na sexta. É mole?
    Alias o Jonh Isler que esta nessa batalha joga duplas amanha não antes das 18h(horário local), 14h (hora de Brasília).
    No tênis não tem moleza, em Grand Slam você joga 8 partidas de 5 sets em duas semanas. E corre o risco de acontecer isso que esta acontecendo e que provavelmente vou morrer de velhice e nunca mais vou ver algo igual.

  5. Bruno Rosik says :

    Sim..
    Jogador de futebol é muito frouxo. Tenista cansa até mais que jogador de futebol em 2 horas de jogo. Imagina quando passa esse tempo?

  6. Felipe Palmeiras says :

    Sobre a regra dos 107%, a meu ver ela é completamente desnecessária tanto para as novas equipes quanto pra a provavel nova equipe que entrará em 2011. Aliás, não me surpreenderia se essa regra fosse ressucitada por causa da chiadeira da Ferrari quanto as novatas.

    E 10 horas de tênis pra os caras continuarem o jogo no dia segunte, tem que ter mesmo perna de ferro pra aguentar

  7. João Luiz says :

    Cansa com certeza. Tênis usa o corpo inteiro fisicamente. Você tem que estar sempre correndo e usando a força do braço para bater na bola. E tem o mental. Que você tem que sempre estar concentrado. Não pode desconcentar um segundo. Imagina passar 10 horas assim.
    Tênis é 80% mental, o resto é físico e técnico.

  8. Carioca says :

    Jtinha, off-topic, pois era um topico sobre F-1. Eu nem ia falar de Wimbledon essa semana (ia deixar pras fases finais), mas depois de tamanha bizarrice (desculpa, nao acho outro termo para tal) eu tinha que comentar, nem que fosse 1 paragrafo.

    Mu, foi pelo chiadeira da Ferrari mesmo. Mas vai acabar em desuso e saindo das regras, logo logo.

    Bruno, humildemente agradeço os elogios! 🙂

  9. João Luiz says :

    Ah tá blz. Agora entendi o por que de off-topic :).
    E como sempre a Ferrari ficará para trás :(. E consequentemente o Massa :(.

  10. Carioca says :

    O que me deixa irado, é que a equipe em si faz besteiras e sempre peca em alguma parte do projeto. Definitivamente, eles nao aprenderam com Todt e Brawn :/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: